quinta-feira, 23 de maio de 2013

O Mago

"Sinopse   
Responde à grande curiosidade de quem quer saber o que está debaixo da pele do autor de língua portuguesa que vendeu mais livros no mundo e que é hoje o único com mais obras traduzidas do que William Shakespeare. A vida de Paulo Coelho é mais curiosa do que a dos seus próprios personagens.
A incrível história de Paulo Coelho: o menino que nasceu morto, seduziu o anjo da morte, sofreu em manicómios, mergulhou nas drogas, experimentou diversas formas de sexo, encontrou-se com o diabo, foi preso pela ditadura, ajudou a revolucionar o rock brasileiro, redescobriu a fé e transformou-se num dos escritores mais lidos do mundo. Paulo Coelho de Souza nasceu numa chuvosa madrugada de 24 de Agosto de…
O Mago é um relato intenso e surpreendente, que vai desde a infância até aos dias de hoje, com Paulo Coelho consolidado como autor de êxito solicitado por príncipes, xeques, rainhas e presidentes. O texto de Fernando Morais é rico em detalhes, fiel, independente e, por vezes, duro com o biografado."

Escrito por Fernando Morais, O Mago, é a biografia  minuciosa de Paulo Coelho o escritor Bestseller Mundial.
Nunca tinha na minha vida conseguido ler algo que fosse da autoria do escritor, apesar dos títulos serem atractivos, nunca li nada sobre Paulo Coelho.

Ler a biografia foi uma maneira de me incentivar pela sua história de vida a ler o seu percurso de escrita. Mas fiquei na mesma. principalmente quando nos deparamos com um escritor com um feitio peculiar... presunçoso e egocêntrico, ao longo de toda a sua vida. nem um pingo de humildade perante os erros que cometera ao longo da vida. O pior é descobrir-mos no desenrolar do livro os métodos de trabalho de Paulo Coelho, teve o descalabro de plagiar e e inventar noticias enquanto jornalista, por falta de vontade, desanimo e indisciplina, editou livros escritos por outros. mas com o seu nome na hora de os vender, para mim perdeu todo o sentido ler o que quer que seja do autor, criticas literárias que se referiam ao autor Paulo Coelho como plagiador de livros, ou por se basear literalmente em outros autores para escrever os seus próprios textos, ou seja acabamos por estar a ler coisas de vários livros mas ali tudo misturado.

É triste saber que um autor como este tem mais livros traduzidos no mundo e mais vendidos que a própria Bíblia.

Contudo gostei de ler e compreender passo a passo a vida de um escritor, que se afirmou como desde sempre querer ter sido um escritor, mas até nisso foi preguiçoso.

Enfim tendo em conta os factos em que o escritor, se baseou para escrever os seus livros, temo até uma lavagem cerebral. Porque só assim explica quem gosta de Paulo Coelho, todos os livros com uma pitada de bruxaria escondida. Assim como a canção demoníaca, escrita por Paulo Coelho e Raul Seixas "Sociedade Alternativa" com palavras escondidas para adoração ao diabo cujo autor confessa no livro, ter escrito na sua fase Satanista.

Dei 4 Estrelas (Embora ache o trabalho do escritor Fernando Morais bom, recomendo o livro apenas para conhecimento, provavelmente não lerei de novo.)


​Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 632
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896570101

terça-feira, 14 de maio de 2013

Mais não, Papá!

Sinopse

Em pequena, a autora foi obrigada pelo próprio pai a prostituir-se. Cansada de uma vida miserável, a mãe deixou o marido quando Maria era pequena, abandonando-a a um caos de prostituição, crime e uma vida nas ruas, com o pai. Com nove anos, a menina tinha relações sexuais com o pai e, aos catorze, era obrigada a prostituir-se nas ruas de Inglaterra. Aos quinze anos, fugiu com um namorado que afinal não era muito diferente do pai, e só depois de o pai e o namorado terem sido presos pôde escapar a uma vida de violência e abusos."

É um livro baseado em factos reais, conta a história da própria autora do livro. Maria Landon, sofreu abusos sexuais desde criança foi obrigada a prostituir-se pelo pai. Com o decorre dos acontecimentos depressa tem o primeiro contacto com a droga.
É um livro sofrido, perdi a conta das vezes que dei comigo a chorar ou a suster a respiração, ou até mesmo serrar os punhos de raiva.

O livro tem uma diagramação, que consegue captar a nossa atenção ao tema do livro, a leitura é boa proporcionada pelo tamanho normal de letra e a paginação amarelada. o tipo de  escrita é simples e sincera, parece que estamos a ouvir a história durante um dialogo com a própria pessoa.

É um livro que recomendo a leitura, a história apesar de pesarosa tem um final feliz, é uma lição de vida para que nunca desistamos de nós, fala também sobre como recomeçar e confiar nos que nos rodeiam após tantas traições.


Dei 5 estrelas
Por: Maria Landon
Página: 208
ISBN-13: 9789722517720
Editora: Bertrand Editora
Data Publicação: 2008

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Nómada

"Sinopse
Melanie Stryder recusa-se a desaparecer. 
O nosso Mundo foi invadido por um inimigo invisível. Os Humanos estão a ser transformados em hospedeiros destes invasores, com as suas mentes expurgadas, enquanto o corpo permanece igual e a vida prossegue sem qualquer mudança aparente. A maior parte da Humanidade não consegue resistir. 
Quando Melanie, um dos poucos Humanos «indomáveis», é capturada, ela tem a certeza de que chegou o fim. Nómada, a Alma invasora a quem o corpo de Melanie é entregue, foi avisada sobre o desafio de viver no interior de um humano: emoções avassaladoras, excesso de sentidos, recordações demasiado presentes. Mas existe uma dificuldade com que Nómada não conta: o anterior dono do corpo combate a posse da sua mente. 
Nómada esquadrinha os pensamentos de Melanie, na esperança de descobrir o paradeiro da resistência humana. Melanie inunda-lhe a mente com visões do homem por quem está apaixonada - Jared, um sobrevivente humano que vive na clandestinidade. Incapaz de se libertar dos desejos do seu corpo, Nómada começa a sentir-se atraída pelo homem que tem por missão delatar. No momento em que um inimigo comum transforma Nómada e Melanie em aliadas involuntárias, as duas lançam-se numa busca perigosa e desconhecida do homem que amam."

Nómada...
Noa...
Melanie...
Uma história de um mundo alterado, invadido pelas "almas" que vagueiam no univerço.
Dos poucos humanos que resistiram há invasão, os únicos que ainda permaneciam humanos. Melanie lutava para se manter viva e ajudar o seu irmão mais novo. Depois de capturada é obrigada a partilhar o seu corpo com a parasita (alma) recentemente chegada a Terra nomeada de Nómada.

Parece-nos uma história de invasões e extraterrestres comum, mas na verdade a escritora consegue fazer-nos amar um "extraterrestre" uma "alma" de outro mundo.

A autora permite-nos de uma forma indirecta e inteligente, repensar no que temos feito ao Planeta terra como Habitantes dela, a violência, poluição a ganancia etc. 

Noa (Nómada) um ser que iria com certeza querer por perto. Ninguém tem tão bem coração.

Apeguei-me a ela.
Um beijo para a Noa
Vou ter saudades tuas...
Dei 5 estrelas
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 840
Editor: Edições Gailivro
ISBN: 9789895575770
Coleção: 1001 Mundos

sexta-feira, 10 de maio de 2013

As Cinquenta Sombras Mais Negras

"Sinopse
Perseguida pelos negros segredos que atormentam Christian Grey, Anastasia Steele separa-se dele, e começa uma carreira numa prestigiada editora de Seattle.
Mas por mais que tente, Anastasia não o consegue esquecer - ele continua a dominar-lhe todos os pensamentos. E quando Christian lhe propõe reatarem a relação com um novo e diferente acordo, ela não consegue resistir. Aos poucos, uma a uma, começam a revelar-se as Cinquenta Sombras que torturam o seu autoritário e dominador amante.
Enquanto Grey se debate com os seus demónios, e revela a Anastasia um lado inesperadamente romântico, ela vê-se obrigada a tomar a mais importante decisão da sua vida.
Uma escolha que só ela pode fazer…"

Para Anastasia Steele, será impensável voltar a trás e repetir qualquer experiência, mas a saudade de Christian Grey causa-lhe tal dor que ela se apercebera, de que o amava.

Neste livro há revelações sobre o passado de Christian, penso ser das poucas coisas entusiasmantes que li em todo o livro, o desenrolar do livro gira há volta do seu sombrio passado, que poderá por em risco a vida de Anastasia Steele. 

Neste livro o texto continua pobre e desinteressante,  a escritora descreve um dia-a-dia tão previsível, e ridiculamente forçada, os acontecimentos tão excêntricos, o facto de tudo girar há volta de Anastasia Steele provoca náuseas durante a leitura.

Não há grandes mudanças na escrita continua pobre incluindo o seu desenvolvimento.

Estou com pouca vontade de ler o 3º livro mas vou fazê-lo assim que possível, depois de ler uns 1000 livros para desenjoar.


Dei 2 estrelas
Edição/reimpressão: 2012
Páginas: 576
Editor: Lua de Papel
ISBN: 9789892321127

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Amores Rebeldes Saga Wicked Lovely

Sem Spoiler PROMETO!!!!!
"Sinopse

REGRA # 3: 

Não olhar para fadas invisíveis.
Desde que nasceu, Aislinn sempre viu fadas. Poderosas e perigosas, elas caminham ocultas entre os mortais. Aislinn tenta passar despercebida pois estes seres não gostam de ser descobertos e costumam castigar com crueldade as pessoas que detectam a sua presença. REGRA # 2: 

Não falar com fadas invisíveis.
Agora as fadas perseguem Aislinn. O rei das fadas Keenan, aterrorizante e sedutor, tenta cativar Aislinn, fazendo perguntas que ela tem medo de responder. REGRA # 1: 

Nunca chamar a atenção delas.
Agora é tarde demais… Keenan, o Rei do Verão anda numa busca incansável pela sua rainha há nove séculos e está determinado a converter Aislinn na sua rainha a qualquer custo. 
Quando as regras secretas que sempre a tinham protegido deixam de funcionar, de repente está tudo em risco: a sua liberdade; o seu melhor amigo, Seth; a sua vida; tudo. Intrigas sobrenaturais, amores mortais, e confrontos entre reis antigos e expectativas modernas cruzam-se no enredo deste espantoso conto de fadas que Melissa Marr imaginou para o século vinte e um."



Ash (Aislinn) sempre viveu uma dura realidade, ver fadas, implicava seguir as regras, elas não poderiam nunca se aperceber que Aislinn sabia da existência delas, embora as fadas, ao contrario do que pensamos fossem más, causavam transtornos aos humanos, beliscando-os apalpando-os, fazendo-os cair, Aislinn tem que fingir não as ver e tem que chamar o menos possível a atenção delas, o caso muda de figura quando todas as fadas passam a saber da sua existência, não por ela conseguir vê~las, mas, porque o Rei do Verão a quer, custe o que custar, Keenan em forma de humano, não desiste, de tentar encantar Aislinn para que ela seja no futuro a rainha eleita do Verão com Keenan.

    Shet poderá estar em sério perigo ao tentar interferir ajudando Aislinn a ver-se livre de Keenan e das regras de um injusto jogo que o persegue, Donia quer ver-se livre da maldição a que foi destinada ser Menina do Inverno, anteriormente Humana enganada pelas promessas de amor de Keenan."

   Ao principio enquanto lê-mos queremos logo as respostas a todas as duvidas, no entanto a autora não nos deixa ficar mal encaixando perfeitamente as respostas ao longo das paginas, a história é magnifica, a reviravolta final, faz-nos respirar fundo ao fechar o livro e pensar que ainda há esperança para um mundo perfeito.
   Não estou de todo habituada a fadas (u.u) a vaga de vampiros chegou até mim e ficou, agora que exploro vários tipos de leitura do Fantástico, estou grata por te-lo feito.

Dei 5 estrelas
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 288
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896372583

sábado, 4 de maio de 2013

Seduzida de P. C. Cast e Kristin Cast

"Sinopse

Estranhas visões avisam Zoey de que deverá resistir aos encantos de Kalona, e também mostram que apenas ela terá o poder de travar esse imortal maléfico. Cedo se torna claro que Zoey não tem escolha: se não se render a Kalona ele vingar-se-á sobre os seus amigos mais próximos e a família. Terá Zoey Redbird a coragem para arriscar perder a sua vida, o seu coração e a sua alma?"​

Não nego que os primeiros livros foram sem duvida marcantes, todo este novo mundo, sobre Vampyros e Deusas, os rituais extremamente descritivos e que nos faziam sonhar com a magia como se ela podes-se estar ali à nossa volta.

Há na minha opinião no entanto sagas que não deviam exceder o seu limite de livros tornando a perder toda a história que outrora nos tinha prendido as paginas do livro.
Foi com grande esforço que li o livro ate começar a sentir interesse no entanto não era aquele interesse de nos por madrugada dentro a ler. era um interesse de "Ora, ora por esta é que eu não esperava!"
E mesmo assim ficou há quem do esperado, algo que achei inteligente por parte das autoras, mãe e filha, foi o facto de não entregarem de caras as cartas neste livro ficou um bichinho aqui dentro a perguntar-se se devo correr para ler já o próximo, visto que só faltava escarrapachar na ultima pagina.

TO BE CONTINUED... enfim ....

Um ponto que acho que tira todo o interesse é a gíria do suposto adolescente, a quem a autora intitulou na saga palavreado adolescês, ridiculamente exagerado na minha opinião, porque não acho que hoje em dia seja assim a comunicação, torna a história um bocado chata ter que de se ler.
Não desgostei do livro, mas não tive aquele sentimento de perda e frustração, que costumo ter após o final de um livro, é tão raro.
É o 6º livro da Saga Casa da Noite.
Dei  3 estrelas é o 6º livro da Saga casa da Noite

Edição: 2011
Páginas: 320
Editor: Saída de Emergência
ISBN: 9789896373078
Coleção: Casa da Noite