quarta-feira, 10 de abril de 2013

Susana em Lágrimas

"Sinopse

Tem sido um sucesso de vendas este primeiro romance de Alona Kihmi, jornalista, dramaturga e actriz israelita, que acaba de trocar os palcos pela escrita.
Em "Susana em Lágrimas" conta-se a história de uma jovem, Susana Rabin (não, não é parente de Isaac Rabin), depressiva e anti-social, que vive com a mãe, é anarquista "por motivos superficiais" e vê a sua vida mudar quando vê pela primeira vez "o poeta Percy Bysshe Sheley", cujos poemas enchem os seus dias (mas, mais prosaicamente, é um primo que vem dos Estados Unidos; com ele Susana conhece um novo mundo de sensações). Com a situação em Israel como pano de fundo."

Susana Rabin é uma mulher Israelita sofre de agorafobia, (sensível, solitária e emocionalmente instável que não suporta pessoas ou qualquer tipo de contacto social.)
Odeia o facto de ser sempre abordada pelo seu nome lembrar "Isaac Rabin".
Susana vive com a mãe, gosta de estar sozinha, fechada no seu quarto . Mas quando um primo americano vem viver para a sua casa, tudo muda. Ela começa a interessar-se pelo primo, é confrontada com a paixão e o desejo ardente e dá por si a fazer coisas que nunca imaginara...

Quem pensar que se vai deparar com um melodrama ou uma narrativa neurótica, desengane-se. O mistério também é uma componente nesta obra, já que ninguém consegue perceber muito bem qual a razão para a visita de Naori, o primo americano. Tentando libertar-se da influência dominadora da mãe e procurando perceber qual será o seu papel na sociedade, Susana prende-nos até à última página.

Dei 5  estrelas
Adorei a escrita da autora ucraniana, Alona Kimhi, a mistura de momentos divertidos outros dramáticos, mas de nada lamechas. Retrata a vida de uma pessoa que sempre se tentou passar despercebida quase invisível, perante a sociedade e que de um momento para o outro vê-se, obrigada a lidar contra os seus próprios medos .

Edição/reimpressão: 2002
Páginas: 328
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789724130286

Sem comentários:

Enviar um comentário